31.7.11


já não sei mais o que dizer, o que escrever, o que pensar sobre mim, sobre ti, sobre nós. cheguei ao limite, já não tenho mais imaginação, perdi o jeito mas não perdi inspiração. não sei se quero voltar atrás ou se quero seguir a minha vida, por mais que tente, que volte que fique ou que vá, tu tás sempre presente.

tás longe, tiras-me as virtudes.
tás perto, cometo o pecado, e provo mais uma vez o fruto proibido.
já não sei o que fazer, socorro

4 comentários:

  1. Em setembro vai fazer 4 anos que ando lá *

    ResponderEliminar
  2. "tás perto, cometo o pecado, e provo mais uma vez o fruto proibido" entendo tão bem esta frase :$
    gostei muito (:

    ResponderEliminar
  3. Visita-me , e se gostares segue-me publicamente :)
    http://keepcalmandshopvintage.blogspot.com/

    ResponderEliminar