14.12.11


voltaste. fico feliz ao saber da tua escolha, sou feliz contigo. eventualmente , espero que também o estejas, por ti, por mim, por nós, por o nosso amor que tanto merece. não te quero largar por nada nem ninguém, eu nunca te vou largar. até porque seria a minha sentença de morte. és um vicio, que eu sustento. és uma obcessão. uma posse que tenho e que para sempre vou depender dela. a vida não é minha, porque a minha vida é a tua, és tu que as estimas, és tu que a cuidas. não largues a minha mão, eu vou cair, e não me quero levantar sozinha. amo-te

Sem comentários:

Enviar um comentário